Auto News
3 meses atrás

Conheça a Turbi, empresa que compartilha carros

Vocês já ouviram falar em carros compartilhados? A Turbi é mais um serviço que oferece, por meio de um aplicativo, veículos automáticos para transportar passageiros pela cidade. Apostando no crescimento nesse mercado, a empresa passou ofertar seu trabalho na cidade de São Paulo com três modelos de veículos: HB20 1.6, Nissan Kicks e Mini Cooper S, todos equipados com transmissão automática.

Conheça a Turbi, empresa que compartilha carros
Mini Cooper por ser alugado pela Turbi (Foto: Reprodução)

São cinco os pontos funcionando 24 horas definidos para os clientes retirar ou devolver os automóveis nos bairros de Pinheiros, Vila Madalena, Vila Olímpia, Itaim Bibi e Jardins, na Capital Paulista. Eles podem ser retirados e devolvidos em estacionamentos, hotéis e espaços de coworking, sempre com o intermédio do aplicativo Turbi, que já conta com mais de 50 mil downloads. Mais de cinco mil corridas já foram realizadas pela empresa.

Alternativa a diminuir os congestionamentos, Diego Lira, CEO e co-fundador da Turbi, calcula que um carro compartilhado tenha potencial para tirar de circulação outros 12 veículos, sendo um ganho importante para uma cidade tumultuada na questão do trânsito como São Paulo.

O alvo dele é atrair tanto consumidores que não têm automóvel, quanto aqueles que já possuem veículo, mas buscam um modelo diferente para situações específicas. Com tecnologia e comodidade para se destacar em um mercado crescente, mas já disputado, a Turbi aposta em alguns diferenciais. “Podemos oferecer o serviço em dia de rodízio, atender à necessidade de mais espaço interno ou até mesmo garantir a experiência de dirigir um modelo com apelo esportivo como os nossos Mini Coopers”, destaca.

Como instalar a Turbi

O aplicativo está disponível para download na Play Store e Apple Store.

Depois de baixar o app, faça seu cadastro, escolha um dos modelos de carros, abra o veículo direto do seu smartphone, dirija pelo tempo que quiser e devolva no mesmo local que pegou.

Com o aplicativo em funcionamento, basta localizar o veículo mais próximo. O app faz o reconhecimento facial e desbloqueia o carro. Pronto, é só sair dirigindo. Mas vale lembrar que para realizar o cadastro, é preciso atender ao requisitos, como ter uma CNH, Carteira Nacional de Habilitação.

O esquema é o mesmo já utilizado com as bicicletas e patinetes.

App está disponível na Play Store e Apple Store (Reprodução)

Quanto custa?

Para usar um carro da Turbi os clientes desembolsam entre R$ 8 e R$ 35 por hora, dependendo do modelo, mais R$ 0,50 por quilometro rodado. O valor cobre todos os custos de seguro, manutenção, IPVA e combustível.

O serviço ofertado pela empresa fica no ponto médio entre outros apps de transporte, como 99 ou Uber, e as locadoras de automóveis convencionais, permitindo que os carros automáticos sejam alugados por pequenos períodos de tempo.

Vantagens

Dentre as vantagens, até mesmo para quem possui um veículo, está de fazer tudo pelo app. Para quem não possui um carro, fica a dica de utilizar o serviço sem precisar comprar um automóvel.

Quando o assunto é economia, ao utilizar o serviço, a pessoa paga apenas pelas horas que utilizar. Estão incluídos na cobrança, combustível e seguro.

Os turbis vem em 3 modelos, para qualquer bolso e ocasião.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?