Bem Estar e Saúde
Celina Peres » Bem Estar e Saúde
6 meses atrás

Como emagrecer com saúde

Desde que o mundo é mundo, as pessoas buscam o corpo ideal. Não é de hoje que a obesidade se alastra e qualquer coisa que indique a perda de peso ganha notoriedade.

Como emagrecer com saúde

Considerando o dia-a-dia cada vez mais acelerado e agitado, a alimentação fora de casa acaba sendo a alternativa mais rápida e, consequentemente, o favorecimento para o consumo frequente de refeições com alta densidade calórica e pouco saudáveis.

Estudos apontam que, além desse fator envolvendo o trabalho externo, outro vilão responsável pela disseminação da obesidade está no sedentarismo e no menor consumo de alimentos naturais como frutas, verduras, legumes e cerais.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, a obesidade é considerada uma doença crônica e mata 2,6 milhões de pessoas por ano em consequência de doenças provocadas pelo excesso de peso.

Se parece que emagrecer é muito difícil, antes de começar qualquer dieta, é oportuno buscar a opinião de um endocrinologista que irá, por meio de exames, analisar se a glândula tireoide está funcionando a contento.

Além do endocrinologista, um nutricionista, ou médico nutrólogo, pode ser uma alternativa eficiente para estabelecer regras de um regime alimentar personalizado e dedicado com finalidade de simplificar o cumprimento e alcance do objetivo a ser alcançado.

Segundo o doutor Demerval Mazzucato Esteves, médico endocrinologista e especialista em emagrecimento, quando alguém está muito fora do peso, algo errado está ocorrendo. “É preciso investigar tudo. Ou está ingerindo mais coisas que o organismo consegue suportar, ou alguma situação clínica ocorre. O ideal é fazer exames para que possa ser feito um acompanhamento e diagnóstico adequados” disse o especialista.

“É preciso cercar todas as possibilidades, mas a maior culpa sempre será do desequilíbrio energético, entre o que entra e o que saí (queima). Existem fatores menores ou doenças que poderiam piorar este desequilíbrio.” completa Dr Demerval.
Nos casos em que se detecte algum problema de saúde, como gastrite, asma, osteoporose, ou mesmo apenas uma limitação de mobilidade, a orientação e conselho dos médicos, para conciliar a dieta com o uso de medicamentos e com a devida adaptação à doença, é fundamental para que seja possível emagrecer melhorando a qualidade de vida, e não o contrário.

Somado a isso, é bom ter um incentivo com alguém a mais no “time”, que irá ajudar no processo, torcendo e cobrando resultados.

Não existe fórmula milagrosa para emagrecer com saúde

A primeira coisa que tem de se ter consciência é a necessidade de emagrecer, mas da forma certa e com saúde até atingir seu peso ideal, sem dietas malucas e rápidas, que não funcionam e só servem para enganar.

O caminho é fugir das promessas milagrosas, das dietas mágicas, dos aparelhos de última geração, vacinas, pílulas e suplementos milagrosos, cremes e roupas especiais como solução para perder peso.

A verdade é que tudo isso não passa de propaganda enganosa para levar o seu dinheiro sem resolver o problema.

Segundo a nutricionista Sueli Longo, as mudanças de comportamento alimentar são mais eficazes, principalmente quando há o acompanhamento de um profissional de nutrição para auxiliar nas informações.

“Jamais acredite em milagres. No caso da obesidade, é importante adotar hábitos adequados que equilibrem alimentação e atividade física regular, sempre tendo a consciência de que cada organismo leva um tempo para alcançar melhorias em sua condição de saúde”, recomenda.

Normalmente as dietas muito rigorosas e com restrições alimentares irão trazer um resultado rápido na perda de peso, mas enfraquecem o organismo por não ofertar ao corpo a ingestão necessária de nutrientes, além de ter efeito temporário, justamente por desiquilibrar o metabolismo.

Assim, em pouco tempo a possibilidade de voltar a engordar é grande, fora dizer que será fácil de até ganhar mais peso do que tinha antes.

Queimar gordura corporal não é uma tarefa fácil, mas possível se você usar de critérios básicos pode ser mais simples do que parece

Acreditar somente no que é testado e comprovado é a melhor saída

Dicas fundamentais para emagrecer com saúde

A briga com o espelho pode ter reversão se houver uma determinação pessoal e um envolvimento responsável com a rotina de seu corpo.

Para eliminar peso é preciso ter paciência, entendendo que há dependência da mudança radical nos hábitos, tendo plena convicção de que é necessário que o corpo gaste mais calorias do que consome.

É nesse sentido que duas medidas são fundamentais para o peso ideal: – são ajustar hábitos alimentares e praticar atividades físicas, inicialmente moderadas – lembrando sempre de buscar um especialista, de forma gradativa e com um cardápio leve, saudável e variado.

A ansiedade é outro fator que atrapalha, e muito, essa nova etapa. Seguindo dicas simples, há quem consiga eliminar até 2 kg por semana.

As orientações precisam ser seguidas diariamente. Além de não ficar ansiosa, é importante que não se suba a balança todos os dias, para ver se emagreceu e quanto emagreceu, se engordou e se questionar os motivos

Pesar apenas uma vez por semana, sempre no mesmo horário vai colaborar para o bom andamento de seu novo estilo de vida. Nesse caso é preciso levar em consideração se está no período menstrual porque nessa semana é normal estar um pouco mais inchada, o que reflete na balança.

Foco e motivação para emagrecer com saúde

É muito comum observar que algumas pessoas que começam um novo modo de vida para emagrecer vão com sede ao pote. Começam bem mas logo desistem.

Isso normalmente acontece geralmente porque, sem perceber, acabam se auto-sabotando por medo de perder as iguarias saborosas e guloseimas, ou em razão de seguir dietas muito restritivas.

Vale dizer que o corpo acumula e queima gorduras e, portanto, deve-se conhecer os alimentos que podem ser úteis na nova empreitada do emagrecimento saudável e de forma natural.

Apesar dos exercícios físicos ajudarem, e muito no processo de queima de gordura, propiciando que o corpo fique mais definido, a maior responsabilidade pelo sucesso no emagrecimento está na alimentação baseada em nutrientes que por um lado são importantes para a manutenção de um bom funcionamento do organismo, além de ajudar a queimar gordura.

Por isso é que alguns alimentos são retirados da rotina de quem quer e precisa perder peso, muito embora esses alimentos possam ser consumidos de forma muito moderada, mas não excluídos para sempre.

É possível abrir uma exceção de vez em quando, mas isso deve ocorrer muito depois do organismo se adaptar à nova dieta. Portanto controlar as vontades é bom e terá grandes vantagens para treinar o autocontrole.

Dicas fundamentais e práticas

1 – não comece pensando que irá encontrar dietas milagrosas. Evite também dietas da moda;

2 – especialistas garantem e já foi amplamente divulgado que não é necessário comer de 3 em 3 horas para acelerar o metabolismo, até porquê não funciona;

3 – procure esquecer as calorias ou quanto cada alimento tem delas. O importante e aprender a combinar os macronutrientes que são as proteínas, carboidratos e gorduras.

4 – Tenha preferência no consumo de alimentos frescos, de preferência aqueles encontrados em sítios ou chácaras, que são legumes, verduras, carnes, ovos, ervas. Alimentos processados e industrializados tem conservantes que prejudicam o desempenho no emagrecimento.

5. Diminua radicalmente o consumo de carboidratos. Eles têm alto índice glicêmico e, com certeza figuram como o maior vilão nessa história e no processo de emagrecimento. Alguns exemplos: doces, massas, arroz, pães – incluindo os integrais, trigo, milho.

6. O açúcar e tudo que leva açúcar é um dos pires crimes de consumo para quem deseja emagrecer. O melhor é tentar excluí-lo, mas se você tem muita dificuldade troque o açúcar por Stevia, mas nunca use adoçantes a base de aspartame ou sucralose, sempre prefira os a base de Stevia, Taumatina e Xylitol.

7. Outro item que precisa ser cortado ou pelo menos diminuído do consumo é o Glúten, todos os tipos de farinha. Para quem não sabe, o glúten da farinha de trigo é o pior e mais inflamatório.

8. O consumo de leite de vaca também deve ser restrito. Além da lactose, contém hormônios, antibióticos bovinos, contaminações, caseína e outras coisas ruins para o organismo. Troque por leite de Coco, Arroz, Quinoa, Amêndoas, Macadâmia, etc. A soja também deve ser esquecida, apesar de tanta propaganda de benefícios.

9. Por incrível que pareça, o consumo de manteiga é possível. Ela possui uma gordura boa e pode ser ingerida sem medo de engordar. Tire a margarina do cardápio.

10. Óleos vegetais devem ser trocados por óleo de coco ou banha de coco extra virgem prensado a frio que além de ser mais saudável, podem ser usados em frituras – que, se evitadas também vai ajudar.

11. Apesar de olhares tortos, a banha de porco, aquela de animais criados de forma livre, pode ser uma boa fonte de gordura e boa para frituras.

A maioria da banha que encontramos nas prateleiras dos supermercados foi produzida de animais criados em cativeiro, hidrogenada, branqueada e desodorizada e com a adição de emulsificantes e outros produtos químicos.

12. Um excelente item é o atenção com o Azeite de Oliva, que deverá ser extra virgem, prensado a frio e guardado em vidro escuro. Na utilização, não aquecer no fogão para frituras. O certo é utilizá-lo diretamente no prato.

13. Aprenda a comer devagar, mastigando bem os alimentos. Comer em pé, com distrações como celular, assistindo TV ou comer com pressa prejudicam o processo.

14. A ingestão de alimentos ricos em fibras como legumes, verduras e frutas também é uma ótima escolha. Vai ajudar na manutenção e bom funcionamento do intestino.

Como montar as refeições principais para um Emagrecimento Saudável

1. A primeira coisa e a montagem do prato. Pense nos macronutrientes e equilibre as quantidades certas de proteínas, carboidratos e gorduras.

2. Montar um prato colorido, é o básico. Coloque diariamente no almoço e jantar poucas quantidades e muita variedade de verduras e legumes.

3. Molhos prontos para salada devem ser evitados. Normalmente são industrializados com muito óleo, glutamato monossódico, sódio, gordura hidrogenada, açúcar e outros conservantes. Nada melhor que adotar como tempero, o sal, o limão ou vinagre e o azeite de oliva.

4. Abandone o mito de que comer carne vermelha não é bom. Sem medo, coma-as em quantidades pequenas, mesmo as gordurosas. Todos os tipos de carne são bem-vindas: vermelha, branca, de peixes e frutos do mar, etc.

5. Alimentos grelhados ou cozidos são muito melhores, evite os que são fritos em óleos vegetais ou empanados.

6. Ovos estão no topo de boas-vindas. São excelentes fontes de proteína e mais que isso, é considerado o segundo melhor alimento do mundo, perdendo somente para o leite materno. Pode consumi-lo inteiro. O mito de que o consumo de ovo aumenta o colesterol já foi destituído por vários estudos.

Falando em bebidas para ajudar no emagrecimento com saúde

O velho hábito de beber bastante água durante o dia está valendo. Também está valendo a questão bem conhecida de não beber refrigerantes, mesmo sendo light ou diet. Sucos de caixa, nem pensar. Os naturais também não devem ser consumidos em excesso.

Bebidas isotônicas devem ser evitadas por conta de serem repletas de açúcar. Sem dúvidas, a água é o melhor hidratante. Evitar bebidas alcoólicas é ótimo. Se for consumir, que seja de vez em quando e de forma moderada.

h2>Chás são emagrecedores e ajudam a murchar a barriga
Os chás têm o conceito de auxílio em qualquer dieta. Essa é uma lição que vem dos avós. São um ótimo recurso não apenas para completar a dieta, mas também para quem pretende emagrecer, desinchar e perder barriga. Além desses benefícios, se tornam ótima opção por serem caseiros e naturais.

O chá com a mistura de gengibre com abacaxi, o chá mate com limão ou o chá verde com amora, são alguns dos chás que podem ser tomados para completar a alimentação. Saciam a sensação de fome, aumentam o metabolismo e ajudam na queima de gorduras.

Recitas básicas e naturais dos chás para o emagrecimento com saúde

1. Chá de gengibre com abacaxi
O chá de gengibre com abacaxi é perfeito para emagrecer. Aumenta o metabolismo, ajuda o organismo a gastar energia e calorias mesmo quando parado, sacia o apetite e colabora no funcionamento do intestino por conta das fibras.

2. Chá verde com amora
O chá verde com amora ajuda a diminuir o apetite, a desinchar o corpo e a diminuir o volume. Tem propriedades diuréticas, aumenta o metabolismo do organismo e ajuda o corpo a gastar calorias e energia.

3. Chá de hibisco com canela
O Chá de hibisco com canela ajuda a desinchar o corpo. Aumenta o metabolismo, favorecendo assim a queima da gordura, além de ser útil na digestão por causa da canela.

4. Chá mate com limão
Bem simples e um dos mais comuns, o chá mate com limão aumenta a sensação de saciedade e facilita a queima de gordura. Tem ação diurética, diminui inchaços.

5. Chá de feno-grego e alcachofra
Este modelo de chá é excelente para saciar o apetite e por causa das fibras, é ótimo para soltar o intestino. Esse processo favorece a queima da gordura, ajuda o corpo a desinchar e a perder volume.

Algumas regras e dicas para emagrecer com saúde

A primeira coisa a ser observada são os horários de sua rotina, a iniciar pela alimentação. É muito importante ter horários regulares para comer. O corpo precisa se readaptar às regras e terá de aprender qual a hora de dormir, acordar e comer.

Com essas medidas tudo funcionará melhor, irá evitar a fome frequente e as idas noturnas à geladeira, as que mais engordam. É importante dormir pelo menos 7 horas por noite para que o organismo tente refazer as forças e conquistar ânimo para cumprir os compromissos no dia seguinte.
Falar em exercícios é fundamental. Procure praticar alguma atividade física, de preferência com supervisão de um profissional habilitado, pelo menos 30 minutos por dia e vá aumentando gradativamente.

Resistir às tentações no dia-a-dia também é uma questão comportamental e de foco. Precisa conseguir se policiar e se programar por meio de um alarme ou outra forma para lembrar de comer um pedaço pequeno de fruta ou outro alimento de baixo teor calórico a cada 3 horas.

Assim não ficará com fome e também conseguirá fazer as principais refeições de forma mais adequada. Na verdade, é bom comer de tudo um pouco, mas com muita moderação.

Existem dietas que restringem os carboidratos em 100%. O corpo não entende e pouco tempo depois o peso irá voltar. Nada radical irá funcionar e a paciência é a melhor saída.

O que se pode fazer, é ajudar o organismo a funcionar melhor. Prefira, por exemplo leites e derivados desnatados; tente adicionar sementes como linhaça e chia em sucos e iogurtes; ingira 3 castanhas ou 3 amendoins por dia.

No almoço, escolha uma fonte de carboidrato por refeição procure consumir o mínimo possível: bolachas sem recheio ou pão aos lanches; arroz, batata ou macarrão no almoço ou no jantar;

Uma coisa que também é saudável e ajuda a saciar é comer salada crua antes do almoço e do jantar;

Sempre em pequenas quantidades durante o dia, as frutas e legumes fornecem muitas fibras e vitaminas e, por isso, é fonte de saúde e ajuda a emagrecer e também auxilia na regulação do intestino.

Ficar sem comer não é bom. Faz seu corpo economizar calorias, gastando menos do que deveria e transformando todo alimento extra em estoque de gordura.

Aproveite para beber bastante líquido no decorrer do dia, preferencialmente entre
as refeições. A ação irá ajudar diminuir a fome e a retenção de líquidos porque quanto mais água você bebe, mais urina seu corpo produz, e com a sua eliminação também saem as toxinas que prejudicam o emagrecimento.

Uma boa pedida é a água, água de côco, sucos naturais sem açúcar, chás sem açúcar. Lembre-se de tirar os refrigerantes, sucos de caixinha, achocolatados e bebidas alcoólicas.

É bom que os líquidos sejam ingeridos até meia hora antes e depois das refeições. A quantidade de água recomendada necessária varia entre 1,5 e 2 litros por dia.

Procure se acostumas a beber água, ainda que tenha dificuldades em se acostumar com essa prática.

Fazendo exercícios

Falando em exercícios físicos, é bom saber que o tipo do exercício não é o mais importante, mas sim aproveitar todas as chances para queimar calorias sempre que possível.

Senão for possível a prática diária, tente praticar alguma atividade pelo menos 3 vezes por semana, com exercícios fáceis que duram poucos minutos e que possam ser de valia como, por exemplo, fazer abdominais e alongamentos.

Algumas atividades e escolhas diárias que estão perto de sua rotina também podem colaborar e também fazer a diferença. Subir escadas ao invés de usar o elevador; se usar condução para ir ao trabalho, escola ou faculdade, desça um ponto antes e caminhe o restante do percurso;

É produtivo também andar por pelo menos 15 minutos após o almoço para ajudar na digestão ou arrumar motivos para andar um pouco. Uma boa dica é levar o cachorro para passear à noite. Crie situações que permitam fazer caminhadas para possibilitar o gasto de energia.

Não só isso, mas exercícios complementares, de preferência com um profissional que possa assistir, acompanhar os treinos e identificar os tipos de exercício irão colaborar.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?