Caieiras
1 mês atrás

Cidadãos cobram por fiscalização

O embarque e desembarque de passageiros nas imediações da estação ferroviária de Caieiras, que parecia ter sido resolvida com a implantação de uma área específica para essa finalidade, voltou a apresentar contratempos em razão de motoristas que estacionam no local e, consequentemente, desrespeitando as novas instruções.

Cidadãos cobram por fiscalização
Veículos ficam por longo período estacionados em local onde só seria permitida a parada rápida. A ação demorada atrapalha a rotina de passageiros e pedestres (Regional News)

A área demarcada passou a ser utilizada há três meses e foi criada par coibir o perigo tanto para pedestres, que estavam andando na rua, quanto para os ônibus, que já tinham ponto de parada nas proximidades.

Há pelo menos um mês, o abuso de alguns motoristas passou a chamar a atenção daqueles que se dirigem até a estação para deixar ou pegar passageiro e não conseguem parar na área demarcada em razão de veículos estarem estacionados. Sobrou até para motoristas de aplicativos que foram apontados por alguns como os responsáveis pela utilização indevida do espaço. “Virou um estacionamento e perdeu a finalidade. Eles fingem que estão esperando alguém e ali ficam por muito tempo”, disse Ademir Bueno.

Silvana Lopes apontou que não apenas os motoristas de aplicativos, mas tantos outros fazem do espaço um estacionamento. “Os agentes de trânsito precisam ficar mais atentos. Quando realmente alguma vai embarcar ou desembarcar, não conseguimos parar nessa área”, revelou.

A implantação desse espaço foi elogiada por Patrícia França que atribui os transtornos da parada longa àqueles sem noção dos direitos e deveres de todos. “Tem motoristas que não respeitam a área para embarque e desembarque. Eu mesma, sempre tenho dificuldade de deixar ou pegar um parente. Não custa respeitar o espaço que foi criado para tal finalidade”, disse.

Opinião semelhante teve Osvaldo Almeida. “O lugar ficou bom, mas a maioria não respeita. Deixo aqui minha sugestão para os agentes de trânsito agirem como fazem os que trabalham nas proximidades do aeroporto de Guarulhos”, falou.

Paula Matos também cobrou mais fiscalização por parte do Demutran. “A ideia foi boa, mas falta fiscalização. Em alguns casos, existem pessoas aguardando já quase perto da Nova Caieiras para embarcar. A pessoa que chega é quem precisa esperar pelo motorista, não ao contrário”, comentou.

Em busca de explicações sobre uma ação da prefeitura, o Secretário de Segurança Pública e Mobilidade Urbana, Dr. Rodrigo Nery, informou que o local é para embarque/desembarque de forma que não há restrição às espécies de veículos, desde que estejam realizando essa operação, ou seja, aos motoristas de aplicativo assiste o mesmo direito que os demais, usar o espaço apenas para embarque e desembarque.

eículos ficam por longo período estacionados em local onde só seria permitida a parada rápida (Regional News)

Ele ainda faz um alerta para os que utilizam o espaço para estacionamento. “Aqueles que insistirem em usar o local para estacionamento serão multados na forma da lei”, disse.

Sobre um ponto específico para motoristas de aplicativo, ele afirmou não existir, pois o CTB, Código de Trânsito Brasileiro, só prevê ponto fixo para táxi.

Por fim, esclareceu que a fiscalização por parte do Demutran ocorre em horários específicos diariamente independente de denúncia que pode ser feita através dos números de telefone 153 ou 4605-2098. “Recebemos o chamado e repassamos para viatura do trânsito mais próxima”, finalizou.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?