Caieiras
3 semanas atrás

Cidadãos apontam problemas em bairros de Caieiras

Dois problemas registrados em Laranjeiras e no Morro Grande, em Caieiras, foram citados como problemáticos pelos cidadãos e demandam intervenção da prefeitura para evitar que continuem prejudicando o cotidiano das pessoas.

Cidadãos apontam problemas em bairros de Caieiras
Carros estacionados nos dois lados da via vem sendo criticado por outros motoristas (Foto: Regional News)

A primeira questão envolve o estacionamento de veículos na Alameda das Mangueiras, em frente a Policlínica Laranjeiras. Como aumentou o número de pessoas atendidas na unidade, muitas pessoas chegam com pressa e param o carro de qualquer maneira na via que já é estreita e formada por moradias no lado oposto. Com automóveis estacionados dos dois lados, trafegar pelo local é um sofrimento.

“Tem dia que trava tudo. Principalmente na curva onde carros grandes ocupam quase toda parte da via. Sem contar quando os que vão a policlínica deixam o carro na frente das garagens. Realmente precisamos que uma mudança seja feita nessa alameda para evitar mais transtornos”, disse um morador do local.

Mesmo permitido estacionamento de ambos os lados, o Demutran, Departamento Municipal de Trânsito, tem ido ao local para multar com a alegação de excesso de veículos. “Isso não é justo. Eles que precisam pensar em uma maneira de evitar que carros fiquem estacionado dos dois lados da via. Não podemos ser culpados pela falta de organização deles”, esbravejou Fernando Borges, que disse já ter questionado agentes de trânsito sobre a situação.

O bom senso foi o que cobrou Ricardo Almeida que leva um parente com frequência a policlínica. “Precisam organizar para ninguém ser prejudicado. Muitas vezes as pessoas procuram a UBS numa emergência e nem pensam em como parar o carro. Deveria prevalecer o bom senso”, disse.

Morro Grande
O problema citado no Morro Grande envolve um terreno ao lado Conjunto Habitacional Alberto Laszlo que deveria receber a construção de uma escola, mas hoje serve para descarte de lixo, entulho e móveis velhos.

Terreno no Morro Grande que receberia escola, serve para descarte de materiais inservíveis (Foto: Regional News)

“Jogam de tudo aqui. É um absurdo. Falaram que seria construída uma escola nessa área, mas até agora nada. O que vemos são as pessoas sem noção descartando todo tipo de material. É uma pena”, disse uma residente do condomínio.

Essa situação de descarte ilegal de lixo e entulho foi tratada pelo jornal Regional News da edição nº 1477 e trata-se de um problema recorrente que demanda a colaboração da população.

Prefeito se manifesta

Para comentar sobre as duas questões, Gersinho Romero foi procurado e informou que irá pedir ao Demutran que vá até a Alameda das Mangueiras e verifique as possibilidades como sentido único ou proibir estacionar em um dos lados para facilitar o tráfego em frente a Policlínica Laranjeiras.

Em relação ao terreno no Morro Grande, o prefeito esclareceu que o descarte irregular de lixo e entulho é um problema sério que existe na cidade. Segundo ele, são gastos 150 mil por mês para recolher esse material despejado de forma ilegal. “É uma questão lamentável que enfrentamos em Caieiras. Esse dinheiro poderia ser investido em educação e saúde, mas acaba sendo utilizado para isso. Peço a colaboração da população. Quando flagrar uma situação dessa acione a Guarda Municipal ou se conseguir anotar a placa do veículo e informar a prefeitura”, pediu Gersinho, que vai mandar limpar o terreno. “Como a área não foi aprovada pela Secretaria de Educação do Estado para construção da escola, vamos estudar uma forma de utilizar esse terreno para outra finalidade”, finalizou.
Acompanhe a entrevista do prefeito no site www.rnews.com.br e assista outras abordagens feitas pelo prefeito.

Vídeos em destaque

Carros nos dois lados da via atrapalham tráfego em Laranjeiras

Terrenos recebem descarte ilegal de lixo e entulho

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?