Cotidiano
5 meses atrás

Chuva deu trégua, mas cidades continuam com pontos de alagamento

A chuva que teve início na noite de domingo, 9, e continua a cair na Grande São Paulo, complica a rotina de quem saiu de casa rumo ao trabalho.

Chuva deu trégua, mas cidades continuam com pontos de alagamento

São vários pontos de alagamento na Capital e cidades vizinhas. As Marginais Tietê e Pinheiros estão alagadas em alguns trechos que foram bloqueados.

Em Caieiras e região, até às 9 horas não existia registro de alagamentos que impendiam a passagem de veículos. Por volta das 9h30, alguns trechos da Rodovia SP-332, próximo ao PEC, começaram a ser bloqueados. De acordo com Defesa Civil, apenas o registro de um queda de árvore que já foi retirada da via.

Os trens da CPTM funcionam normalmente em algumas linhas, como a 7-RUBI que atende a região, mas outras estão paralisadas ou trabalhando parcialmente. Por volta das 10h30 caiu uma árvore entre a estação Vila Clarice e a Jaraguá derrubando a energia. Os trens estão circulando em apenas uma via e com velocidade reduzida.

A previsão é que a chuva persista durante toda a segunda-feira, 10, exigindo muita atenção nas estradas.

O rodízio de carros em São Paulo foi suspenso pela CET.

O Corpo de Bombeiros recomenda que população fique em casa.

*Atualizado às 11 horas.

Trens da CPTM operam normalmente na Linha 7-Rubi (Regional News)

Motoristas já enfrentam problemas para passar pela Rodovia SP-332 próximo ao PEC (Regional News)

Água já toma grande parte da pista da Rodovia SP-332 em frente ao PEC (Arquivo Pessoal)

Rua São João e campo do São Francisco estão alagados (Arquivo Pessoal)

Rodovia Tancredo de Almeida Neves continua com trânsito normal em Caieiras. Rio Tietê transbordou em alguns trechos (Foto: Arquivo Pessoal)

Avenida Valdemar Gomes Marino, no Jardim São Francisco, já registra alagamento (Arquivo Pessoal)

Rua próxima a igreja do Rosário dentro da Melhoramentos (Arquivo Pessoal)

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?