São Paulo
1 mês atrás

Casa da Mulher Brasileira vai tratar mulheres vítimas de violência

A cidade de São Paulo ganhou nesta segunda-feira, 11, a Casa da Mulher Brasileira, que prestará serviços para mulheres vítimas de violência. A inauguração contou com a presença do Governador João Doria e da Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

Casa da Mulher Brasileira vai tratar mulheres vítimas de violência
(Foto: Governo SP)

A unidade localizada no Cambuci, região Central da capital, possui 3.659 metros quadrados e funcionará 24 horas por dia, prestando serviços humanizados para mulheres em situação de violência, garantindo seu fortalecimento e autonomia. É a primeira deste modelo no Estado de São Paulo e a sétima no país.

As mulheres em situação de violência que procurarem o local encontrarão serviços de acolhimento e escuta qualificada por meio de uma equipe multidisciplinar. Haverá no local:

Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), com ações de prevenção, proteção e investigação dos crimes de violência doméstica;

Ministério Público, com atuação na ação penal dos crimes de violência;

Defensoria Pública, com orientação às mulheres sobre seus direitos e assistência jurídica;

Tribunal de Justiça, responsável pelos processos, julgamentos e execução das causas relacionadas à violência;

Destacamento do programa Guardiã Maria da Penha, da Guarda Civil Metropolitana, para proteger as vítimas;

Alojamento de acolhimento provisório para os casos de iminência de morte.

(Foto: Governo SP)

Em um único espaço, a Casa da Mulher Brasileira proporcionará acolhimento especial às mulheres, com ambiente confortável, acolhedor e seguro. A mulher em situação de violência encontrará apoio psicológico e assistencial, com o amparo necessário para a sua segurança e bem-estar.

A 1ª DDM,  Delegacia de Defesa da Mulher, da capital, até então localizada na Sé, passará a atender na Casa da Mulher Brasileira. Mais ampla, a nova sede da DDM contará com dois espaços distintos. Em um deles funcionará o plantão, com uma sala de atendimento maior, nove salas para delegados, escrivães e investigadores, banheiros e duas celas para presos. No outro, em frente, ficará o expediente da unidade.

Com informações do Governo de SP

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?