Bem Estar e Saúde
10 meses atrás

Campanha de vacinação contra a febre amarela foi prorrogada

Embora o assunto tenha saído um pouco de cena, a questão com a febre amarela no Estado de São Paulo ainda preocupa. Por essa razão, a Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo decidiu prorrogar até 2 de março a campanha de vacinação contra a doença, com a finalidade de ampliar a cobertura vacinal.

Campanha de vacinação contra a febre amarela foi prorrogada
(Reprodução)

A campanha começou em 25 de janeiro e visa imunizar 9,2 milhões de pessoas ainda não vacinadas, em 54 cidades. De acordo com o balanço preliminar, o segundo ‘Dia D’ da campanha, feito pela pasta com base nos dados informados pelos municípios, 3.423.748 pessoas foram vacinadas desde o dia 25.

Em Caieiras, segundo dados da Vigilância Epidemiológica da cidade, 94% da população tinha sido imunizada até o final de janeiro deste ano. A imunização continua e os munícipes que ainda não se vacinaram devem fazê-lo somente nas unidades de saúde de Laranjeiras, do Jardim Vera Tereza e no Cias, no Centro, das 8 às 17 horas, mediante a apresentação de documento de identificação com foto e comprovante de residência.

Na cidade de Franco da Rocha, de acordo com a Secretaria de Saúde do município, já foram aplicadas aproximadamente 142 mil doses da vacina contra a doença, entretanto mais de 5 mil pessoas aptas a receber a dose ainda não foram imunizadas. A vacinação continua nas UBS de cada bairro.

De acordo com Helena Sato, diretora de imunização da Secretaria de Saúde do Estado, mesmo fracionada a vacina é eficaz e a única forma de evitar o contágio. A campanha foi prorrogada para garantir que todas as pessoas sejam vacinadas contra a febre amarela. A imunização é a principal forma de proteger a população contra a doença e estudos evidenciam que a vacina fracionada tem eficácia comprovada de pelo menos oito anos”, declarou, lembrando que estudos em andamento continuarão a avaliar a proteção posterior a esse período. As carteiras de vacinação terão um selo especial para informar que a dose aplicada foi a fracionada.

Até o fechamento desta matéria na terça-feira, 20, o número de mortes registrado era de 79 pessoas.

Deixe seu comentário

Nota do Editor: Os comentários não são editados e são de responsabilidade dos autores. Não refletem a opinião do jornal Regional News.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?