Entretenimento
1 mês atrás

“Cadê o amor que estava aqui?” chega em Caieiras

O Instituto CCR apresenta, no dia 15 de agosto, no Teatro Municipal de Caieiras, o teatro infantil “Cadê o amor que estava aqui?”, da CIAVIP Produções Culturais. A peça, que tem o patrocínio da CCR AutoBan, é realizada por meio do Ministério da Cultura, via Lei Rouanet, e conta as experiências de um dedicado professor deficiente visual que luta pela formação de cidadãos conscientes e por um mundo melhor.

“Cadê o amor que estava aqui?” chega em Caieiras
Na peça, com carinho, paciência e respeito, o professor pede que cada aluno apresente uma nova ideia para construir um país mais justo e unido (Divulgação)

Na peça, com carinho, paciência e respeito, o professor pede que cada aluno apresente uma nova ideia para construir um país mais justo e unido. Como resultado, ele recebe sugestões cheias de criatividade, mas sem solidariedade e então propõe uma campanha de corrente do bem.

Juntos, professor e alunos aprendem sobre preservação da natureza, inclusão, respeito às diversidades e cidadania, e concluem que quando os valores individuais são trabalhos em grupo e com força de vontade, pequenas atitudes transformam-se em grandes conquistas e realizações.

O pensamento é o ponto de partida para qualquer realização. Apresentar o mundo e estimular ideias é o ato de heroísmo cumprido pelo professor. A proposta deste espetáculo é utilizar o lúdico para fazer aflorar as qualidades humanas, para então preparar o jovem para a mudança.

Serviço

Apresentação espetáculo “Cadê o amor que estava aqui?”, da CIAVIP Cultural

Local: Teatro Municipal de Caieiras – Maestro Sérgio Valbusa – Av. Marcelino Bressiani, 178 – Vila Gertrudes, Caieiras/SP

Data: Quarta-feira, 15 de agosto

Horários: 9h30 e 14h30

Apresentação apenas para alunos das escolas participantes

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?