Editorial
4 semanas atrás

Brasileiros, nas mãos de egoístas

Mudar o Brasil é o desejo de muitos, mas conta com a vontade poucos. Seja por parte do próprio povo ou governantes, as vaciladas são comuns e as decepções constantes. Como consequência, o trabalhador honesto e as pessoas mais humildes são aquelas que receberão as bofetadas e as algemas de tanta falta de seriedade, respeito e dedicação àqueles dependentes dos serviços públicos, obrigação constitucional muitas vezes descumprida pelo Estado.

Brasileiros, nas mãos de egoístas
(Foto: Reprodução/Pixabay)

Depois de meses fechados em razão da pandemia promovida pelo coronavírus, os postos do INSS voltaram a atender a população, mas capenga como sempre, deixando muitos na mão, sem o devido atendimento.
A começar por São Paulo, o retorno foi o mais tardio que o restante do País em razão de uma decisão judicial que apontava as unidades não estarem aptas para atender os beneficiários.

Outra questão que se arrasta por semanas, ainda sem definição, deixou muitos cidadãos sem alternativas. Trata-se da disputa entre médicos peritos e o próprio INSS que não entram em consenso para retorno das perícias, essenciais para resolver problemas dos impossibilitados.

A dimensão dos problemas causados por esses egoístas e insensatos nesse empurra-empurra, fazem com que segurados fiquem sem receber já que dependem de um laudo para dar entrada em pedidos de benefício. Esse cabo de guerra entre governo e médicos peritos continua prejudicando essas pessoas cada vez mais doentes, cada vez mais famintas por comida e por justiça.

Nessa toada ainda surgem os espertinhos que tentam se aproveitar dos idosos. Tem também os desavisados que viajam horas de uma localidade a outra e não conseguem sequer serem ouvidos. Simplesmente são orientados a voltar outro dia ou ligar no telefone da central de atendimento da Previdência Social que não funciona adequadamente.

É muito sofrimento para quem já enfrenta um calvário dia a dia em busca de manter o emprego e o sustento da família. Falta respeito é a definição desse episódio. Em todos os lugares e setores existem os aproveitadores, é verdade. Contudo, a tecnologia e ferramentas de controle devem ser usadas para quem busca o INSS para ter de volta o que por tantos anos contribuiu, ou simplesmente requerer o que é seu por direito.
É desumano.

Mas como estamos falando de Brasil nos resta lamentar, sofrer junto com essas pessoas e torcer para quem realmente mostra interesse em colocar essa Nação nos trilhos. Embora difícil por conta dos conchavos aqui, ali, acolá, ainda há esperança de conquistar o que parece impossível.

Como o brasileiro não desiste nunca, que continuem buscando forças para enfrentar mais essa polêmica.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?