Polícia
1 mês atrás

Borracheiro mata mulher a facadas e morre após ser linchado em Jundiaí

Um crime registrado na Vila Progresso, em Jundiaí, na quarta-feira, 19, deixou os moradores horrorizados. Após matar uma mulher a facadas, o borracheiro Clayton Ribeiro, 38 anos, foi linchado até a morte por populares que presenciaram o assassinato.

Borracheiro mata mulher a facadas e morre após ser linchado em Jundiaí
Pessoas que viram o crime e passavam pelo local amarraram e lincharam Clayton, que morreu no hospital (Tribunal de Jundiaí)

De acordo com a Guarda Municipal, a vítima, Adriana Aparecida da Silva, 42, era auxiliar de informática e seguia pelo bairro com uma moto, quando foi abordada pelo homem. Em seguida, ela foi esfaqueada com pelo menos 18 facadas, segundo a perícia. Adriana não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Em entrevista ao jornal Tribuna de Jundiaí, o delegado que atendeu a ocorrência, Paulo Sérgio Martins, informou que a moça havia reclamado para o chefe sobre ter sido abordada com ‘gracinhas’ feitas por Clayton um dia antes do assassinato.

Segundo a reportagem, como não foi correspondido e em surto, ele desferiu um tapa no capacete dela, enquanto Adriana passava pela via com sua motocicleta. Depois que a derrubou, ele deu uma facada na auxiliar de informática. Ela tentou correr, mas foi alcançada pelo borracheiro que a golpeou mais 17 vezes até que ela morresse no local.

Pessoas que viram o crime e passavam pelo local amarraram e lincharam Clayton, que morreu no hospital.

“Ele dava muito trabalho, usava drogas. Internava três dias, depois voltava a fazer bicos”, revelou um dos responsáveis pela borracharia onde Clayton trabalhou, em entrevista ao Tribuna de Jundiaí. O estabelecimento fica próximo ao local do crime.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?