Entretenimento
11 meses atrás

‘Baixa Terapia’ comemora sua 100ª apresentação

(Imagem: Reprodução)

A comédia Baixa Terapia, que tem no elenco Antonio Fagundes, Mara Carvalho, Alexandra Martins, Ilana Kaplan, Fábio Espósito e Bruno Fagundes, atraiu aproximadamente 60 mil espectadores ao Teatro TUCA desde o dia 17 de março, data de sua estreia. Para comemorar sua 100ª apresentação e o sucesso da peça, a produção do espetáculo anuncia prorrogação para 2018. A peça fica em cartaz até 10 de dezembro, retornando de 19 de janeiro ao dia 22 de abril.

A irônica comédia de Matias del Federico, com adaptação de Daniel Veronse e direção de Marcos Antônio Pâmio, aborda temas polêmicos e ainda surpreende o público com um final inesperado.

Sobre Baixa Terapia
Baixa Terapia é uma debochada comédia com um final que pega todos de surpresa. Três casais que não se conhecem se encontram, inesperadamente, em um consultório para sua sessão habitual de terapia, mas dessa vez descobrem que a psicóloga não estará presente.

Ela deixou a sala preparada para recebê-los com um pequeno bar onde não falta whisky e uma mesa com envelopes, contendo instruções de como deverão conduzir essa sessão.

O objetivo é que todas as questões sejam resolvidas em grupo. Cada envelope traz uma situação mais engenhosa que a outra, transformando a sessão num caos hilariante.

Serviço
Data e local: sextas, sábados e domingos no Teatro Tuca (Teatro da PUC)
Endereço: Rua Monte Alegre, nº 1.024, Perdizes, São Paulo, SP
Telefone: (11) 3670-8455
Duração: 90 min
Classificação etária: 14 anos
Valores: sextas-feiras R$ 80, sábados R$ 100 e domingos R$ 90
Capacidade de público por sessão: 672 pessoas
Compras pela Internet: www.ingressorapido.com.br

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?