Tecnologia
Celina Peres » Tecnologia
2 meses atrás

As telas dobráveis vão dominar os celulares

Você imaginava um dia que iria existir um celular com a tela dobrável? Se a resposta é não, saiba que ele existe e pode se tornar tendência no mundo.

As telas dobráveis vão dominar os celulares

Atualmente, algumas marcas muito conhecidas e outras com menor participação no mercado oferecerem esses smartphones e vamos listar aqui alguns deles, acompanhado de suas especificações.

Galaxy Fold

Recém-lançado, o Galaxy Fold, da Samsung, é um desse aparelhos a disposição para compra fora do Brasil que volta às mãos do público após retornar para a mesa de projetos por causa de defeitos e críticas quanto à resistência, quando foi lançado há meses atrás.

Mesmo com um aparecimento meio conturbado, smartphone traz ficha técnica com características ambiciosas que chamam a atenção. Sua tela principal de 7,3 polegadas, com painel em AMOLED Dinâmico, pode ser fechada como se fosse um livro. O aparelho tem ainda um display auxiliar de 4,6 polegadas para conferir informações mesmo que esteja fechado.

Seus atributos ainda incluem seis câmeras ao todo (três na traseira, duas no centro e uma na área frontal), para quem adora fotografar, uso de até três aplicativos simultaneamente e suporte à rede 5G.

O lançamento ocorreu na Coreia do Sul, com o preço de US$ 1.980, cerca de R$ 8.040, sem considerar os impostos. Até o momento, porém, não há previsão de desembarque no Brasil.

Tela dupla

Tudo chama atenção no aparelho. Mas o destaque é a tela dupla e flexível, que promete inaugurar uma nova categoria de dispositivos “2 em 1” no mercado. O visual do Galaxy Fold é bastante futurístico e ele chega com duas opções de cores: preta ou cinza.

Com esse display o usuário pode escolher entre usá-lo somente com tamanho pequeno de celular ou com tela grande, que remete mais a um tablet. Como é possível abrir o aparelho parecido com um livro, expede essa aparência. Se for opção não abrir a telona, o dispositivo “fechado” fica mais compacto e parecido com um telefone normal.

Para os que se ligam nas especificação de tela, o display principal de 7,3 polegadas tem resolução QXGA+ e exibe imagens na proporção 4,2:3. Por outro lado, o painel secundário, que fica na parte externa do smartphone, tem 4,6 polegadas com resolução HD+ e proporção de 21:9 – ele é chamado de cover display.

É possível abrir três apps simultâneos

Para aqueles com mais habilidade em mexer na tela do celular, Galaxy Fold conta com especificações de ponta. Sua ficha técnica inclui memória RAM de 12 GB e armazenamento de 512 GB, com suporte a cartão de memória, e bateria de 4.380 mAh (modelo normal) ou 4.235 mAh, caso opte pelo sinal 5G.

O telefone conta com o sistema operacional Android 9 (Pie), modificado com a interface Samsung One UI, além de contar com o recurso App Continuity (Continuidade de Aplicativos), que detecta programas abertos em uma tela para replicá-los no segundo display.

Os usuários que gostam de fazer várias atividades ao mesmo tempo, vão adorar a função Janela Multi-Ativa. Novidade entre os smartphones, ela permite abrir até três aplicativos de uma só vez na tela principal e realizar multitarefas. A ferramenta possibilita, por exemplo, editar imagens, responder mensagens e navegar.

Câmeras cheias de recursos

Quem adora fotografar, vau curtir as seis câmeras que compõem o celular dobrável da Samsung. A empresa garante entregar o que há de mais avançado no mercado. Para isso, equipou o smartphone com seis câmeras no total. Elas são distribuídas da seguinte maneira: uma externa, na parte frontal; duas na parte interna do celular, sobre a tela grande dobrável; e três na traseira, o conjunto principal.

A câmera externa conta com 10 megapixels e abertura de f/2.2. O conjunto principal, composto por três sensores, é o localizado na traseira do dispositivo. Uma câmera é ultra grande angular com ângulo de visão de 123°, que traz 16 megapixels e abertura de lente f/2.2.

Já a segunda é uma grande angular de 77° com 12 MP e lente de abertura variável, alternando entre f/1.5 e f/2.4, além de contar com tecnologia Dual Pixel e estabilização óptica (OIS).

A terceira câmera também tem 12 megapixels, mas possui uma lente teleobjetiva e abertura fixa de f/2.4. Entre seus recursos adicionais, estão PDAF (Phase Detection AutoFocus, ou autofoco por detecção de fase) e também estabilização óptica.

Completa o conjunto fotográfico uma dupla de câmeras na parte interna, que está alocada na frente do smartphone quando ele está aberto. São dois sensores, sendo um de 10 megapixels e outro de 8 MP.

Podemos dizer que até um fotografo profissional se vira bem com esse celular para realizar seu trabalho.

Especificações
Tela principal: 7,3″ QXGA+ AMOLED Dinâmica (4,2: 3);
Tela externa: 4,6″ HD+ Super AMOLED (21: 9);
Câmera externa: 10 MP (f/2.2);
Câmera traseira tripla:
Ultra-Wide: 16 MP (f/2.2);
Wide-Angle: 12 MP (f/1.5 + f/2.4) com Estabilizador Óptico de Imagem (OIS);
Zoom óptico: 12 MP (f/2.4) com Estabilizador Óptico de Imagem (OIS);
Câmera frontal dupla:
Selfie: 10 MP (f2.2);
Profundidade RGB: 8 MP (f/1.9);
Processador: octa-core de 64 bits 7nm;
Memória: 12 GB de RAM;
Armazenamento: 512 GB (UFS 3.0), sem espaço para cartão MicroSD;
Bateria: 4.380 mAh;
Preço: US$ 1.980

LG

A LG é outra empresa que vai entrar de cabeça na era dos celulares Dobráveis. Embora não tenha apresentado ainda o aparelho nos moldes do Samsung Galaxy Fold e o Huawei Mate X, isso não deve demorar para acontecer.

Segundo o Let’s Go Digital, a companhia registou uma patente que revela um smartphone flexível com caneta Stylus.

A patente em questão teria sido anotada em 16 de outubro de 2018 no Instituto Coreano de Propriedade Intelectual e mostra um smartphone com tela que dobra nas laterais, com espaço na borda externa para um sistema de câmera tripla.

Um detalhe curioso que envolve o dispositivo conceitual da LG é a presença de uma caneta Stylus, novidade que deve permitir interações especiais voltadas para a grande tela do possível celular dobrável.

Huawei Mate X

A chinesa Huawei é outra fabricante que promete revolucionar o mercado de celulares dobráveis. A empresa já revelou algumas informações sobre o Mate X.

De acordo com o chefe do departamento de telefonia móvel da Huawei, Huang Wei, o atraso no lançamento do smartphone dobrável aconteceu para que fossem realizados mais alguns testes com o 5G. Wei também comentou que gostaria de ter mais certeza sobre como ficará a situação dos serviços da Google para a Huawei.
Wei também informou que a empresa ainda não tem uma data oficial, mas acredita que, no pior cenário, o lançamento ficaria para setembro.

Especificações
Tela: Aberta: 8″ (2480 × 2200 pixels) OLED;
Frontal (dobrada): 6,6″ (2480 × 1148 pixels) OLED;
Traseira (dobrada): 6,4″ (2480 × 892 pixels) OLED;
Processador: Kirin 980 octa-core (2,6 GHz);
Memória: 8 GB de RAM;
Armazenamento: 512 GB (expansível com cartão NM de até 256 GB);
Câmera tripla: Principal: 40 MP; Ultrawide: 16 MP; Telefoto: 8 MP;
Bateria: 4.500 mAh com carregador de 55 watts;
Lançamento: segundo trimestre de 2019;
Preço: € 2.299.

Flexpai, o primeiro celular dobrável do mundo

O Flexpai, da Royole, é o primeiro smartphone dobrável do mundo a ser oficialmente colocado à venda. Para mostrar que é resistente, passou por testes de durabilidade e estresse e agradou.

Quando o assunto é flexibilidade, o aparelho demonstra a sua principal qualidade. O preço de lançamento do novo smartphone da Royole é de pouco mais de US$ 1,3 mil.

Considerado um tablet Android de bom nível, ele é ótimo para fotos, que pode satisfazer até o mais exigente dos usuários. Sua enorme tela Touchscreen de 7.8 polegadas com uma resolução de 1440×1920 pixel, faz com que não falte nada em suas características.

Seu sinal é LTE 4G que permite a transferência de dados e excelente navegação na internet, além de conectividade Wi-fi e GPS. Tem ainda leitor multimídia, videoconferência e bluetooth. A memória interna é de 128 GB com a possibilidade de expansão.

O Royole FlexPai é um produto com poucos concorrentes em termos de multimídia graças à câmera de 16 megapixels que permite ao aparelho tirar fotos fantásticas com uma resolução de 4619×3464 pixels.

Em seu modo total tablet, o FlexPai tem uma tela AMOLED com resolução de 1920×1440, que equivale a uma proporção de 4:3. Ao se dobrar, ele se divide em um painel de proporção 16:9 e outro de 18:9; a diferença está na borda superior do dispositivo, que é enorme para abrigar componentes como câmeras e bateria que não poderiam ser espalhados por outra parte do corpo do produto justamente pela questão da flexibilidade.

Especificações
Tela principal: 7,8″ (1920 x 1440) AMOLED Flexível (4:3);
Câmera dupla: 16 MP + 20 MP;
Processador: Qualcomm Snapdragon 855 octa-core (2,8 GHz);
Memória RAM: 6 GB / 8 GB;
Armazenamento: 128 GB / 256 GB;
Bateria: 3.970 mAh;
Lançamento: dezembro de 2018;
Preço: 8.999 yuans.

Oppo, Xiaomi, TCL e até a Apple podem lançar aparelhos com telas dobráveis. Vamos esperar.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?