Música
Nelson de Souza Lima » Música
1 mês atrás

As distorções sonoras e literárias de Lee Ranaldo

As distorções sonoras e literárias de Lee Ranaldo
(Imagem: Reprodução)

Nelson de Souza Lima

Nos anos 1980 nenhuma banda fez tanto barulho, literalmente, como o Sonic Youth. Surgida em 1981, em Nova York, a banda é considerada uma das precursoras do rock alternativo, com influências do pós-punk, indie rock e experimental.

O noise rock do grupo (rock barulhento) se caracterizava pelos ruídos produzidos por guitarras em alto volume e afinações próprias e também por usarem baquetas que golpeavam os instrumentos, chaves de fenda e furadeiras elétricas nos pedais wah-wah. O Sonic Youth encerrou atividades em 2011, sendo que sua formação clássica trazia Thuston Moore, guitarra/vocal, Lee Ranaldo, guitarra/vocal, Kim Gordon, baixo/vocal, e Steve Shelley, bateria.

Lee Ranaldo foi a força motriz da banda. O cara compôs alguns de seus grandes clássicos como “Eric’s trip”, “Skip tracer”, “NYC ghosts & flowers”, “What we know” e “Wish fulfillment”. Muito além da música o espírito inquieto de Ranaldo o levou a outros patamares artísticos os quais lhe permitiram experimentar na literatura, pintura e produção musical. Suas impressões, poemas e muitos de seus contos estão presentes no recém-lançado “JRNLS80S – Poemas, letras, cartas, anotações e cartões-postais dos primeiros anos do Sonic Youth”, da Editora Terreno Estranho. Embora não seja a história da banda, Lee Ranaldo diz que o livro não existira se não fossem as turnês do SY. “As viagens incessantes ao redor do globo e pelo trabalho contínuo de criação da nossa música, que foi preciso para que chegássemos lá. Estar a bordo da van ou de um avião era quase sempre um bom momento de reflexão, e o mundo a passar pela janela imbuía a sensação de não se ter raízes que um viajante, ao contrário de um turista, tem quanto à sua relação com o mundo”, diz.

A obra é um documento das primeiras tentativas de Ranaldo como escritor. “Sempre fui um escritor em algum nível, mas, no começo dos anos 1980, comecei a registrar palavras com um novo propósito”, conclui Lee Ranaldo.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?