Franco da Rocha
2 meses atrás

Agentes apreendem entorpecentes escondidos em correspondências

Agentes penitenciários voltaram a impedir a entrada de ilícitos nas Penitenciárias II “Nilton Silva” e III “José Aparecido Ribeiro”, em Franco da Rocha, na segunda-feira, 11.

Agentes apreendem entorpecentes escondidos em correspondências
Bolo escondia droga enviada a preso (Foto: Divulgação/SAP)

De acordo com a SAP, Secretaria da Administração Penitenciária, os entorpecentes estavam escondidos em correspondências, comida e demais objetos.

Na Penitenciária II “Nilton Silva”, ao todo, os agentes de segurança penitenciária da unidade prisional apreenderam entorpecentes, análogos à maconha e à droga sintética K4, em seis correspondências diferentes encaminhadas por mães, companheiras, irmãs e irmãos de custodiados. Os ilícitos foram encontrados dentro de tubos de pasta de dente e em filtros de cigarro. Só na última segunda-feira, a unidade apreendeu 74 gramas de substância característica à cocaína e 55 pedaços ou filetes de papel de material análogo ao entorpecente sintético K4.

Já na Penitenciária III “José Aparecido Ribeiro”, foram apreendidos entorpecentes em três correspondências enviadas a reclusos da unidade prisional. Os três flagrantes somaram a quantia de aproximadamente 66 gramas de substância característica à cocaína, 9 gramas de suposta maconha e 69 unidades de material análogo ao K4.

Em dois dos casos os entorpecentes estavam escondidos em maços de cigarro, enviados pela companheira e pela genitora dos custodiados. Na terceira situação as substâncias apreendidas estavam dentro de bolos industrializados.

Todos os ilícitos apreendidos foram encaminhados para o Distrito Policial do município para devidas providências cabíveis.

 

Droga estava escondida em filtro de cigarr0 (Foto: Divulgação/SAP)

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?