Editorial
1 mês atrás

Acumulando vergonhas

Aos acomodados dos chamados partidos de esquerda que nos últimos meses não mostraram interesse em participar dos esforços objetivando recuperação das dificuldades criadas ao longo dos governos petistas e aliados, notou-se facilmente que o único empenho disponível é favorecer seu líder e comandante da roubalheira livre.

Acumulando vergonhas
(Imagem: Reprodução)

Foi inacreditável e vergonho acompanhar milhares de seguidores aplaudindo um condenado pela Justiça, como se fosse herói quando na verdade a maioria dos problemas hoje enfrentados por nós é resquício do que Lula e Dilma Rousseff deixaram.

Até aqui, acharam por bem ficarem na aconchegada posição do grito “Lula Livre”, pedindo a soltura de uma pessoa, que teve sim a chance de se tornar herói, mas se deixou levar pelas facilidades, e afundou o País de uma forma dificílima de recuperação.

Só para relembrar, os apoiadores de Lula, “inelegível pela lei da ficha suja”, não quiseram dialogar, votaram contra as reformas que adequaram o Estado aos novos tempos e sequer sugeriram meios para melhorar a crise em que jogaram o Brasil.

Gostando ou não, os brasileiros precisam lembrar que foram responsáveis diretos pela maior recessão jamais vista na história desse País. O diálogo de que erradicou a pobreza é balela, haja vista números divulgados pelo IBGE no início desse mês apontando existir mais de 13 milhões de pessoas identificadas em condições de extrema pobreza no Brasil. Sem contar o déficit fiscal provocado pela alta taxa do desemprego e pela subsequente estagnação da economia. Enfim, bajular pessoas dessa laia, só pode ser brincadeira.

Lula não está livre à toa. Contou com a maioria dos ministros do SFT que mudou um entendimento de 2016 e decidiu que, segundo a Constituição, ninguém pode ser considerado culpado até o trânsito em julgado. Embora decisão judicial deva ser respeitada, libertar o petista, entretanto, pode colocar mais combustível em um clima de intolerância na sociedade brasileira, no qual grupos extremos preferem se hostilizar ao invés de dialogar.

Em meio a essa disputa política, quem sempre paga o pato, mais uma vez, são os que ainda acreditam numa Nação melhor e, mesmo com altos e baixos, devem se manter serenos neste momento para tomar a melhor decisão possível.

Quanto aos responsáveis por isso, sem palavras… mais uma vergonha nacional.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?