Editorial
7 meses atrás

Acabam as festas de final de ano, começa a festa dos impostos

Quem não teve o sonho realizado de ganhar na Mega-Sena da Virada, precisa começar a se virar como pode e se empenhar para pagar os indesejados impostos que chegam sem pedir licença após um período de muitos gastos com festas, presentes e viagens.

Acabam as festas de final de ano, começa a festa dos impostos

Sem ter como fugir dessas taxas que tem como principais vilões o IPVA e o IPTU, resta ao contribuinte economizar e ver o que sobrou do abono de fim de ano para encarar esses custos que contam ainda com outros gastos, como matrícula e material escolar, seguros, etc. Assim começa 2018, cheio de feriados pela frente, e com a maioria encarando dificuldades financeiras, apesar de que ninguém parece ter muito o que reclamar, haja vista os shoppings cheios, praias lotadas e turismo abarrotado.

Até que seria mais fácil de aceitar o volume desses impostos se a contrapartida fosse garantida, o que não acontece. Pelo contrário, vimos rios de dinheiro, o nosso dinheiro, garantindo a vida boa de larápios que nos representam e deveriam fiscalizar e não roubar, na cara dura, alguns até presos e ainda mantendo a mesma vida na carceragem.
Com o retorno prometido pelos governantes e pela própria Constituição longe do esperado, a revolta é inevitável.

Basta pegar a estrada para notar que a grana do IPVA não garante bons investimentos, assim como os demais impostos não são utilizados como deveriam.

A saúde pública míngua e a educação continua longe do básico. Realmente não existem motivos para pagar impostos. Contudo, não dá para deixar de honrar essas taxas. Se não pagar o IPVA, não podemos utilizar nosso veículo. Se não quitar o IPTU, temos a casa levada a leilão. Contrariedades a parte, esse é o País que escolhemos para viver com o ano cheio de feriados e muitas folgas, mas que demanda cuidado quando o assunto é despesa. Tudo tem dois lados. O lazer traz felicidade, mas tem seu preço. Não custa lembrar que nessa história quem sempre sai perdendo é a população que tanto luta e merecia um pouco mais de respeito e uma contrapartida satisfatória.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?