Editorial
1 semana atrás

A urna pune quando há consciência

O primeiro turno das eleições no Brasil mostrou que o povo busca mudança. Não querem mais do mesmo e os brasileiros entenderam que a urna é uma arma poderosa que sempre esteve em favor do povo, mesmo quando muitos não sabem utilizá-la da melhor maneira.

A urna pune quando há consciência
(Foto: Reprodução)

Renovação é a palavra do momento e vale a pena apostar em alguém diferente do que manter aqueles que já usaram, abusaram, roubaram e pouco fizeram pelo País. Pelo contrário, afundaram e escandalizaram.

A primeira parte da resposta foi dada e como vivemos em um sistema democrático, votos foram divididos e agora canalizados entre dois candidatos que disputarão a cadeira. A hora é de analise profunda, principalmente do passado, e dos que vão debandar para o lado de quem não servia enquanto oponente e adversário.

De um lado, um concorrente que se mostra radical, a favor dos valores da família e que promete mudanças. Do outro, nada mais do que um fantoche recebendo ordens de dentro da cadeia, que deixa claro que tudo pode.

Não é preciso esforço para voltar a um passado recente e enxergar o que estamos sentindo até hoje na pele com o desemprego batendo a porta, saúde precária, educação pífia e segurança defasada. Sem dizer os estados, muitos deles aliados ao PT, que estão quebrados por terem feito parte de um esquema de corrupção jamais visto na história desse País.

O responsável por isso que hoje está atrás das grades é quem de novo aparece como figurão e já determinou que seu candidato encerre suas visitas à cadeia para não dar na cara que está sendo manipulado. Prova é que o candidato do seu partido tão logo foi escolhido para disputar o segundo turno, correu para os braços do pai presidiário, de nome forte.

É hora de decisão e não dá para ter memória curta nesse momento.

Quem prometeu tirar o país da pobreza, em 12 anos não conseguiu, quem colocou kit gay nas escolas e está fazendo vítimas da sociedade, tem de ser banido.

São dois nomes e uma escolha.

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?