Música
Nelson de Souza Lima » Música
2 meses atrás

A Hora do rush com Stage Left

No próximo dia 10 de outubro o trio paulistano Stage Left encerra o Drive-in Classic Rock que nas últimas semanas realizou shows no estacionamento do Espaço das Américas homenageando as maiores bandas da história.

A Hora do rush com Stage Left
(Foto: Reprodução)

Uma vez que a pandemia mudou a forma de ver espetáculos os protocolos sanitários são respeitados. Durante as apresentações os carros ficam a uma distância segura um do outro com o som sintonizado numa frequência de rádio específica para o evento. Além disso o show também é transmitido no telão de 14x8m propiciando visão geral do que rola no palco. Finalizando o Drive-in Classic Rock o grupo Stage Left reproduz fielmente o repertório do trio canadense Rush. Infelizmente a morte do batera Neil Peart, ocorrida em janeiro deste ano, não permitirá uma reunião do grupo. Porém o Stage Left continuará levando o legado e a música do Rush para deleite dos fãs.

Formado em 2011 por Marcos Freire (vocais/baixo/sintetizadores), Nereu Pereira (bateria/percussão) e Silvio Freire (guitarras/bass pedais) o SL mostra com fidelidade os instrumentos, arranjos e timbres dos canadenses. Sua técnica impressiona propiciando uma experiência empolgante ao tocarem clássicos como “Time Stand Still”, “Fly By Night”, “Tom Sawyer”, “The Big Money”, “Subdivisions”, “Stick It Out”, “Animate” e “The Speed Of Love”. Mais que um tributo os rapazes do Stage Left demonstram devoção ao Rush. Recomendado.

Serviço
Drive-in Classic Rock
Stage Left – Tributo ao Rush
Data: 10 de outubro – 21 horas
Local: Espaço das Américas
R. Tagipuru, 795 – Barra Funda/SP
Classificação: Livre
Capacidade: 140 carros
Ingressos: https://goo.gl/xgibPV

Regional News

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Vamos Bater um Papo?