Japim Andrade (PROS) perdeu o cargo (Arquivo Pessoal/Facebook)

Japim Andrade (PROS) perdeu o cargo (Arquivo Pessoal/Facebook)

A Câmara de Vereadores aprovou o relatório de uma comissão processante que pedia a cassação do prefeito de Campo Limpo Paulista (SP), Japim Andrade (PROS). A cassação ocorreu em sessão extraordinária realizada na noite desta segunda-feira (11), que durou mais de quatro horas. Dos 13 vereadores, nove votaram a favor da cassação, número mínimo necessário, contra quatro.

A votação foi nominal e os 13 vereadores, incluindo o presidente, foram chamados, um a um, em votação aberta. Essa é a primeira vez que uma comissão processante é aberta na Câmara de Vereadores da cidade.

O processo de cassação começou em junho quando um morador da cidade protocolou uma denúncia na Câmara alegando que o prefeito Japim Andrade utilizava um funcionário comissionado para fazer serviços particulares à família do chefe do Executivo.

Fonte: Portal G1