Queda do muro e de parte da rua ocorreram em março deste ano devido a um vazamento de água. Reconstrução vem sendo cobrada pela população (Cleber Barbosa)

Queda do muro e de parte da rua ocorreram em março deste ano devido a um vazamento de água. Reconstrução vem sendo cobrada pela população (Cleber Barbosa)

Queda do muro e de parte da rua ocorreram em março deste ano devido a um vazamento de água. Reconstrução vem sendo cobrada pela população (Cleber Barbosa)

Queda do muro e de parte da rua ocorreram em março deste ano devido a um vazamento de água. Reconstrução vem sendo cobrada pela população (Cleber Barbosa)

Em março de 2017 um muro e parte da Avenida Aparecida, no Sítio Aparecida, desabaram deixando uma parte das famílias apreensiva e desolada. Embora tenha existido a promessa da prefeitura de Caieiras em refazer a parede e a rua, cinco meses se passaram e nada foi feito até o momento.

A reportagem do jornal Regional News esteve no bairro na manhã de terça-feira, 9, e ouviu muitas reclamações acerca da falta de atenção da municipalidade com o caso. “Depois do ocorrido, o pessoal da prefeitura esteve aqui e cobriu com lona preta o barranco. Também colocaram um cone para ninguém passar e até então quem tinha acesso por aquele local, hoje tem de dar a volta pela rua de cima. Estamos esperando a presença de alguém do governo municipal aqui de novo para dizer o que vai ser feito”, disse Raquel de Souza Santos.

Quem reside nas proximidades lembrou que o fato se deu devido a um vazamento de água e que a Sabesp fez a parte dela, cabendo a municipalidade concluir. “Ficou sob responsabilidade da prefeitura refazer a rua e o muro. Porém, nada foi feito até hoje”, declarou outra cidadã.

A assessoria de imprensa da prefeitura de Caieiras foi procurada para se manifestar e informou que a obra de recuperação da parte final da Avenida Aparecida está em fase de projeto e ressalta que desde o ocorrido adotou todas as medidas cabíveis para isolar a área e garantir a segurança de todos.