Ponto de vacinação foi montado em frente a estação de trem de Caieiras (Cleber Barbosa)

Ponto de vacinação foi montado em frente a estação de trem de Caieiras (Cleber Barbosa)

Mais um parque foi fechado por suspeita da morte de um macaco por febre amarela. O parque municipal Anhanguera, em Perus, ficará sem funcionamento a partir de hoje, 25, por tempo indeterminado, até que Secretaria Municipal da Saúde investigue se um macaco morreu no local por febre amarela silvestre.

Os primeiros exames laboratoriais, de acordo com a Prefeitura de São Paulo, apontaram que a doença foi a causa da morte.

Este é terceiro parque fechado desde sexta-feira em razão da doença. Como medida preventiva, o governo de São Paulo já tinha fechado, por tempo indeterminado, o Horto e o Parque da Cantareira para que agentes sanitários coletem amostras dos mosquitos.

Caieiras

Como a mata faz divisa com Caieiras, moradores da cidade não pensaram duas vezes e saíram atrás da vacina.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica, está semana a pasta realiza a intensificação da vacina contra a Febre Amarela em frente a Estação Ferroviária e nas Policlínicas Laranjeiras e do Jardim Vera Tereza.

Na estação, as equipes atendem até quinta-feira das 9 às 11h30 e das 13h30 até as 16 horas. Já nos postos de saúde, o atendimento segue o horário de funcionamento das unidades. No CIAS, o atendimento se dá apenas com agendamento.

Até o momento, 45% da população caieirense foi imunizada e a Vigilância Epidemiológica reforça que no município não existe surto de febre amarela.

Busca pela vacina aumentou na cidade de Caieiras desde o anúncio da morte do macaco por febre amarela (Arquivo Pessoal)