Em Franco da Rocha, o tráfego é quase inviável a carros, ônibus, caminhão de gás e coleta de lixo. Moradores estão à mercê da administração pública (Regional News)

Em Franco da Rocha, o tráfego é quase inviável a carros, ônibus, caminhão de gás e coleta de lixo. Moradores estão à mercê da administração pública (Regional News)

Problemas de infraestrutura são possíveis encontrar em qualquer lugar. Nas cidades de Franco da Rocha e Caieiras, a situação não é diferente. São ruas com problemas que atrapalham o dia a dia do cidadão sinalizando para outras questões que demandam urgência nos consertos.

A situação se agrava nos bairros e periferia, normalmente menos alcançada pelas administrações, quando os moradores disparam críticas e buscam a imprensa na tentativa de tornar pública a ocorrência para chamar a atenção do prefeito ou do vereador.

Dos municípios citados, são os franco-rochenses que mais sofrem com problemas da falta de infraestrutura em vias públicas. A cidade mantém várias ruas sem asfalto e esburacadas, o que prejudica o cotidiano das pessoas, agravando a situação.

Alguns lugares chegam a ser precários como é o caso da Estrada dos Eucaliptos, no Bom Tempo. A via, formada por terra, há anos promove tormento aos residentes do local. “Nossa situação aqui é muito complicada. A prefeitura não faz nada para nos ajudar. Em dia de chuva então, o negócio fica feio. Sem contar que estourou um cano e estamos dias sem água em casa”, falou Edvania Galdino de Souza.

Para Claudino Almeida, a prefeitura mostra a beleza que está o centro da cidade, mas os bairros continuam precários. “Deram uma cara nova para a região central da cidade, mas esqueceram de nós dos bairros”, disse.
De acordo com Kelli Mariano Vieira Barbosa, até um abaixo-assinado já foi encaminhado à prefeitura cobrando melhorias. “Desde 2014 buscamos uma solução para essa estrada. O pior é que na prefeitura alegam que a via consta como asfaltada”, relatou Kelli.

Moradores convivem com pó a cada passagem de veículo pela estrada (Regional News)

Moradores convivem com pó a cada passagem de veículo pela estrada (Regional News)

Segundo a cidadã, devido às condições da rua o caminhão de coleta não passa mais na via e qualquer coisa que dependa de transporte ou entrega tem dificuldades em chegar às residências. O mesmo ocorre com a entrega de compras de supermercado e demais produtos. “Eles param o caminhão na rua debaixo e sobem com o material nas mãos. Em dia de chuva a rua fica intransitável”, contou Kelli.

O que também irrita bastante os moradores são as promessas que não saem do papel. “O prefeito esteve aqui durante o período de eleições em 2016 e prometeu uma solução. Até agora nada foi feito”, falou.
A prefeitura de Franco da Rocha foi procurada e contrariando a resposta passada aos munícipes informou que a Estrada dos Eucaliptos não é pavimentada em nenhum trecho.

Embora a reportagem do jornal Regional News tenha presenciado outra realidade, a assessoria esclareceu que foram realizados serviços de nivelamento e cascalhamento na referida via há cerca de duas semanas. Na mesma nota informa que a equipe da Secretaria de Infraestrutura fará uma visita ao local para verificar a necessidade de novos serviços.

Sobre a falta de água, a Sabesp foi acionada e avisou que após vistoria em 16 de maio constatou que havia baixa pressão na rede de distribuição de água, causando intermitência no fornecimento de água da região. Concluiu dizendo que as intervenções necessárias para a solução do problema foram realizadas no dia 17 e que as condições normais de abastecimento foram restabelecidas na quinta-feira, 18.

Há alguns anos cidadãos protocolam solicitações junto à prefeitura  (Arquivo Pessoal)

Há alguns anos cidadãos protocolam solicitações junto à prefeitura (Arquivo Pessoal)

Abaixo-assinado foi entregue em 2014 pedindo melhorias para a via (Arquivo Pessoal)

Abaixo-assinado foi entregue em 2014 pedindo melhorias para a via (Arquivo Pessoal)

Calcárea

Rua do Forno, na Calcárea, recebeu a colocação de tubos em 2016, mas obras já apresentam problemas e cidadãos cobram novos reparos (Arquivo Pessoal)

Rua do Forno, na Calcárea, recebeu a colocação de tubos em 2016, mas obras já apresentam problemas e cidadãos cobram novos reparos (Arquivo Pessoal)

Em Caieiras, situação semelhante atinge os moradores da Rua do Forno, na Calcárea. De acordo com Claudia Donizete Leite da Silva, deram início em uma obra em setembro de 2016, mas não finalizaram como deveriam. “Passaram uma tubulação e jogaram asfalto por cima. Hoje a rua está toda destruída e ninguém mais voltou aqui para resolver isso. Prometeram mais atenção ao bairro, mas até agora nada”, falou.

Segundo ela, os moradores estão cansados de cobrar a prefeitura de Caieiras. “Já falei com o prefeito, com o assessor e até agora nada. A última conversa ocorreu em 12 de abril deste ano. Nossa esperança é que essa matéria chame a atenção das autoridades para nossa situação”, apelou Claudia.

A administração pública foi procurada e informou que programará uma multitarefa para resolver os problemas do bairro e que existe um cronograma montado em razão dessa situação estar afetando outras localidades. “Ficou muito tempo sem uma manutenção adequada e o prejuízo acabou ficando maior. Agora estamos programando para fazer o trabalho de forma certa e já temos um calendário para cada um desses problemas. Estamos visitando os locais e definindo a data para os trabalhos”, informou a Secretaria de Obras e Planejamento de Caieiras.