Com formação exemplar e ao lado de seu parceiro policial, os cães dão exemplo de obediência (Cleber Barbosa)

Com formação exemplar e ao lado de seu parceiro policial, os cães dão exemplo de obediência (Foto: Cleber Barbosa)

Em ação junto ao 26º Batalhão da Polícia Militar desde 1997, quando foi instituído, o Canil da PM que conta com 20 cães em ação pelas ruas de Caieiras, Franco da Rocha, Francisco Morato, Cajamar e Mairiporã, vem se destacando em ocorrências pela região.

Em entrevista ao jornal Regional News, o major da PM Paim, coordenador operacional do Batalhão, falou do orgulho de fazer parte da equipe e ter sido um dos fundadores do canil. “O canil se estabeleceu na região em razão dos presídios em Franco da Rocha para combater rebeliões e por ser uma área de muita mata. Começamos com quatro cães e hoje temos cerca de 20. No começo eram apenas Pastor Alemão e Rottweiller e atualmente trabalhamos com Labrador, Doberman, Pastor Belga Malinois, Pastor Cinza, entre outros. Alguns foram comprados, mas a maioria são doados. Todos são muito queridos e nos auxiliam demais em nossas ocorrências”, disse.

Segundo o major, na região o combate ao tráfico é a operação onde mais se utiliza o apoio do Canil. “Com o cão, o trabalho é facilitado e assim conseguimos encontrar mais rapidamente o entorpecente escondido pelos traficantes. Mas eles também estão preparados para outras ocorrências como busca por desaparecidos e perseguição de bandido em matas. Eles são mais do que parceiros no desempenho do trabalho policial”, destacou.

Com formação exemplar e ao lado de seu parceiro policial, os cães dão exemplo de obediência (Foto: Cleber Barbosa)

De acordo com Paim, de outubro até o início de novembro deste ano foram 34 flagrantes de tráfico com dez pessoas presas que contaram com o auxílio dos cães na ocorrência. “Atualmente o nosso canil é o que mais prende em todo Estado. A cidade com maior incidência é Franco da Rocha, mas todas que compõe o Batalhão registram ações que demandam o auxílio do Canil da PM.

Atualmente, 25 policiais fazem parte da equipe que percorre as ruas das cidades atendidas pelo 26º Batalhão e o trabalho vem sendo considerado essencial no combate ao crime, inclusive algumas com honra ao mérito como no caso de um idoso de 70 anos que sofre de mal de Alzheimer e estava desaparecido, mas acabou encontrado pelo Canil da PM, em Franco da Rocha.